Exper News - Gestão Empresarial

Gestão Empresarial

 


Fiesp lança aplicativo fornecedores participar de licitações

por Bernadete de Aquino

Ponte de Negócios pode ser baixado gratuitamente no celular e tem dados sobre compras do Centro Logístico da Aeronáutica, Senai-SP e Sesi-SP

O Departamento de Ação Regional da Fiesp (Depar) criou o aplicativo “Ponte de Negócios”, com o objetivo de fomentar e divulgar novas oportunidades de negócios para as empresas e tornar os processos licitatórios mais transparentes e desburocratizados.

O aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente no celular, organiza, de forma prática e rápida, produtos e serviços a serem contratados, informando a possíveis fornecedores dados como o tipo de compra, volume, locais de entrega e condições de fornecimento.

Segundo o diretor do Depar, Sylvio de Barros, o objetivo da nova ferramenta é divulgar com transparência novas oportunidades de negócios para o maior leque de empresas possível, permitindo a multiplicação do número de parceiros e potenciais compradores.

“Mais do que passar o edital da licitação, o aplicativo faz um resumo das características da compra para facilitar. Além disso, o fornecedor recebe só dados de áreas de seu interesse”, explica Barros.

O diretor do Depar afirma, ainda, que o grande objetivo é criar um novo mercado para a indústria.

Para completar a plataforma, a Fiesp criou também o site www.pontenegócios.com.br, para orientar, tirar dúvidas e dar o passo a passo da instalação do “Ponte de Negócios”

Parceria

Nesta segunda-feira (3/10), durante a reunião de seu Departamento da Indústria da Defesa (Comdefesa), a Fiesp divulgou a parceria com o Centro Logístico da Aeronáutica (Celog), que, assim como Sesi-SP e Senai-SP, deixará disponíveis no aplicativo informações sobre as licitações que realiza.

De acordo com o diretor do Celog, brigadeiro-do-Ar André Luiz Fonseca e Silva, o aplicativo chama a atenção pela facilidade que oferece e aprofunda a proximidade do comprador com o fornecedor. “Isto para o Celog é extremamente importante, porque, depois de longo processo legal para colocar uma licitação na praça, nada é mais frustrante do que ver um resultado sem possíveis fornecedores.”

O diretor do Depar informa que outras parcerias devem ser firmadas para o uso do aplicativo. “Chegamos à conclusão que a ferramenta serve para todos os setores. Estamos agora desenvolvendo uma parceria com o Comitê da Bioindústria da Fiesp (Biobrasil) para convidar os hospitais, por exemplo, porque podemos ter indústrias interessadas em ser fornecedoras destas instituições”, afirma Sylvio de Barros

Resultados

O “Ponte de Negócios” começou a funcionar com os processos de licitação das escolas do Sesi-SP e Senai-SP, com resultado positivo e bons negócios. A partir de janeiro 2016, as entidades tiveram aumento médio de 5,50 para 7 participantes por licitação. Dos 1.231 usuários do aplicativo, 95% não tinham cadastro anterior nas instituições; 41 novas empresas participaram de processos licitatórios, sendo que 13 venceram.