Exper News - Gestão Empresarial

Gestão Empresarial

 


Terceirização do departamento financeiro é a nova aposta

fonte Dino

Pequenas e médias empresas apostam em departamentos terceirizados para viabilizar negócios.

Cynthia Kumakura decidiu pedir demissão logo após o nascimento de sua filha e abriu uma consultoria de branding com uma sócia. Além da etapa burocrática para a abertura da empresa, outro grande desafio foi justamente cuidar da cobrança dos clientes, envio de boletos, cobrança de juros, retiradas para cada uma das sócias, pagamentos de custos fixos e impostos, ações que não faziam parte de sua rotina como profissional. Contando com a gestão financeira terceirizada há dois anos, ela afirma que esta foi a decisão fundamental para a continuidade do negócio.

O cenário está cada vez mais favorável para esse modelo de terceirização não apenas contábil, mas de todo o departamento financeiro. Isso muito pelo fato do alto custo de contratação de funcionários em regime CLT pelas empresas. Estruturados em processos virtuais, as equipes de consultores promovem uma economia significativa, caso a empresa tivesse que contratar funcionários para o setor.

Hoje, esse time de profissionais assume as rotinas administrativas, incluindo faturamento, cobrança, contas a pagar, conciliação bancária, gestão de contratos e integração contábil, com a responsabilidade pelos controles gerenciais e financeiros. São verdadeiras consultorias de gestão financeira que mostram-se como opção rentável para empresas de pequeno e grande porte.

“Minha sócia e eu somos da área de humanas, não gostamos, não somos preparadas, e não temos tempo para rotina financeira. E ter que contratar um funcionário para isso seria inviável, tanto pelo custo, quanto pela demanda de gestão de equipe administrativa que continuaria conosco. Queremos focar no que realmente sabemos fazer”, explica Cynthia, que viu seu lucro triplicar mesmo em tempo de crise, com foco em prospecções e controle de retiradas com pé no chão.

Quem participa do mercado:

O doutor em contabilidade pela FEA/USP e professor em Ciências Contábeis da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Marcelo Barroso, enxerga um mercado promissor. Há dois anos, fundou a CLATHE Consultoria Empresarial, especializada na gestão financeira de pequenas e médias empresas. Os serviços são amplos e incluem desde tarefas simples do dia a dia, como contas a pagar e fluxo de caixa, até trabalhos mais analíticos, como análises de desempenho econômico-financeiro para orientação à gestão estratégica dos negócios. “A terceirização, em curto prazo, proporciona vantagens que vão além de otimização de recursos em época de crise. Está se comprovando como um modelo de gestão muito efetivo e que pode agregar valor de verdade à gestão da empresa”, destaca Barroso.

Segundo o consultor, quem sofre mais na crise são os pequenos e médios empresários que, sem saúde financeira para manter mão de obra, acabam tomando para si algumas tarefas de gestão que não estão capacitados para fazer. “É uma economia sem lógica. Muitas vezes, precisamos consertar retrabalhos ou negociações feitas de forma incorreta e prejudiciais ao próprio empreendedor. Há casos em que a empresa pode estar indo bem, pois os sócios veem o saldo em caixa e têm uma boa impressão sobre os resultados. Entretanto, podem não ter a visão macro do que pode ser retirado naquele mês ou que deveria ser mentido no caixa da empresa, por exemplo, para futuros pagamentos, aplicações ou retiradas. Esse conhecimento faz toda a diferença para a estabilidade financeira do negócio”, alerta.

O que é oferecido:
-Gerenciamento das rotinas administrativo-financeiras
Assumem integralmente as rotinas administrativo-financeiras da empresa para que o pessoal interno possa se concentrar nas atividades que realmente geram valor. Inclui as rotinas de faturamento, cobrança, tesouraria, gestão financeira de contratos e integração com a contabilidade.

-Análise de Desempenho
Consolidam e analisam o desempenho econômico-financeiro da empresa, gerando informações à gestão estratégica dos negócios. Inclui análise periódica de resultados e fluxos de caixa, análises avançadas de capital de giro, saldo de tesouraria e ciclo operacional, e elaboração de relatórios gerenciais detalhados para subsídio à gestão.

-Integração tecnológica de gestão 
Identificam e integram plataformas tecnológicas para suporte à gestão dos negócios. Inclui a implementação de sistema online de gestão empresarial, bem como a identificação e integração de outras soluções gerenciais que sejam úteis às especificidades dos negócios da empresa.

-Implementações de sistemas de controle gerencial
Diagnosticam, estruturam e implementam sistemas de controle para o aprimoramento da gestão dos negócios. Inclui o diagnóstico do modelo atual de controle gerencial da empresa e a identificação e implementação de oportunidades de aprimoramento.

O que o empresário pode ganhar com uma gestão financeira profissional:

-Oferecer aos clientes meios de pagamentos diversos potencializa as vendas.
-Organizar o processo de pagamentos a fornecedores suaviza e torna mais previsível o fluxo de caixa.
-Acompanhar adequadamente os contratos com clientes e fornecedores evita atrasos, erros ou até duplicidade nos recebimentos e pagamentos.
-Emitir e enviar notas fiscais corretas e em tempo hábil demonstra seriedade e evita passivos tributários.
-Analisar frequentemente o desempenho dos negócios e a projeção dos fluxos de caixa subsidia decisões mais assertivas.
-Apresentar informações corretas e organizadas à contabilidade melhora a qualidade da escrituração contábil e fiscal da empresa.
-Estruturar os mecanismos de cobrança possibilita negociação de tarifas com bancos e adquirentes de cartões de crédito e minimização de custos.
-Verificar os principais grupos de gastos da empresa possibilita controle e redução de custos.
-Identificar e integrar soluções tecnológicas especificamente para suporte ao negócio aumenta a produtividade em diversos processos.