Exper News - Jovem Empreendedor

Jovem Empreendedor


Márcio Junior é conselheiro do CONSCEX da FIESP

por Exper News

Depois de atuar como parceiro estratégico no Centro das Indústrias do Estado de São, regional Alto Tietê, e coordenar o Núcleo do Jovem Empreendedor da regional, Márcio Junior assume como conselheiro do CONSCEX - Conselho Superior de Comércio Exterior da Fiesp - Federação do Estado de São Paulo. O CONSCEX é um órgão técnico estratégico da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, coordenado pelo Instituto Roberto Simonsen, que tem como principal objetivo promover a permanente interação das entidades com o tema, atuando como painel de ideias para apreciação da conjuntura atual.

Suas principais linhas de ação são:

Debater, realizar estudos e propor políticas na área da política de comércio exterior e de negociações comerciais;
Analisar a repercussão das atitudes e posições da Fiesp, contribuindo para o diálogo permanente com os demais segmentos da classe empresarial e da sociedade em geral;
Propor estudos e atividades compatíveis com as finalidades da Fiesp, mesmo quando ultrapassam o âmbito da atividade industrial propriamente dita;
Estabelecer interlocução, por delegação do presidente da Fiesp, com o governo federal para a avaliação de sugestões e posições da entidade no tocante à política comercial e de negociações comerciais;
Expressar a visão e as percepções da Fiesp nessas matérias.

"Assumir essa nova responsabilidade é uma honrosa missão. Ao lado do notável corpo de conselheiros e do competente corpo funcional da Fiesp, continuarei a ampliar a inserção das empresas do Alto Tietê no mundo dos negócios nacionais e internacionais e promover programas para auxiliar as empresas a comercializar seus produtos, sempre visando à competitividade e o posicionamento estratégico", comenta Márcio Junior.

Públicitário, escritor e palestrante Márcio Junior também é CEO da Cacomex-AT - Câmara do Comércio Exteior do Alto Tietê desde junho de 2016 que tem como objetivo formular, adotar, implementar e coordenar as políticas e atividades relativas ao comércio exterior de bens e serviços, incluindo o agronegócio e o intercâmbio cultural. Uma vez que a empresa atenda as necessidades para exportar, começa o processo de capacitação técnica, custo logístico e abertura de mercado internacional. A Cacomex-AT irá auxiliar a região a ter maior participação em alguns players mundiais.