Exper News - Negócios

Negócios

 


3 sacadas para precificar seu produto ou serviço

fonte Meu Negócio

Qual será nossa reação ao comprarmos uma TV Sony, de 49 polegadas, por R$ 4.000 e, após dois dias de funcionamento, o aparelho deixar de funcionar? Certamente, ficaremos muito bravos e, se a situação não for resolvida, iremos procurar algum modo de retaliação.

Agora, se fizermos a compra de uma TV CCE de 49 polegadas, por R$ 1.299, e ocorrer o mesmo problema, como reagiremos? Estaremos insatisfeitos, porém, não no mesmo nível do exemplo anterior.

Por quê? Simples: o preço sempre mostra o que somos, ou seja, sempre irá demonstrar o valor percebido do produto ou serviço.

Logo, ao cobrar um valor maior por um produto, espera-se que os benefícios entregues estejam na mesma linha ou sejam superiores. O inverso também é válido: cobrando-se um preço menor, espera-se também que os valores oferecidos sejam inferiores também.

O grande erro está quando o preço é muito alto e os benefícios entregues são baixos (exemplo hipotético da TV Sony) ou quando os valores oferecidos são altos e o preço muito baixo (tendo-se até o risco de quebra da empresa).
Dentro disto, podemos traçar três estratégias de preço para seu negócio:

  • Mais por Menos: Quanto maior o Preço, maiores serão os valores (benefícios) entregues;
  • Menos por Menos: Quanto menor o Preço, menores serão os valores (benefícios) entregues;
  • Mais pelo Mesmo: Maiores Valores entregues, praticando-se um preço de mercado;
Não deixe de utilizar esta estratégia em seu negócio


O Grupo Meu Negócio está à disposição para ajudar e juntos enfrentarmos esta crise. O sucesso nos espera!