Exper News - TI

Tecnologia da Informação

 


Criada a Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação

fonte Telesintese

A CONTIC reúne mais de 75 mil empresas, incluindo as operadoras de telecomunicações, com 2 milhões de trabalhadores. Associadas movimentam equivalente a 8% do PIB.

O Ministério do Trabalho concedeu o registro sindical à Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação (CONTIC). A autorização de funcionamento da entidade foi publicada nesta sexta-feira, 27, no Diário Oficial da União.

A Contic é formada pela união de Federação Brasileira de Telecomunicações (Febratel), a Federação Nacional das Empresas de Informática (Fenainfo) e a Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática (Feninfra).

Segundo a entidade, suas 75 mil associadas movimentam o equivalente a 8% do PIB nacional e geram 2 milhões de empregos. A missão é contribuir para um país “moderno, digital, competitivo, produtivo e conectado, com geração de emprego e renda”. A entidade afirma que suas iniciativas estarão alinhadas à Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, lançada como uma política pública em agosto.

Competitividade

De acordo com a Contic, o Brasil tem perdido posições no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial, e ocupa hoje a 80ª colocação. “Diante desse cenário é que a Contic pretende trabalhar para reposicionar o Brasil e gerar para o País os reflexos positivos de uma nação mais desenvolvida e competitiva”, afirma, em nota.

“Estamos na era da economia digital, em que todas as pessoas e coisas estão sincronizadas pela tecnologia. Uma verdadeira revolução em escala global está em curso e o Brasil não pode ficar de fora, tem que participar de maneira estruturada, de forma que suas políticas e ações tenham efetividade e êxito. É com o foco nesses objetivos que a Contic vai atuar, convergindo setores e inciativas, para implantar as políticas públicas e melhorar a vida do cidadão brasileiro”, completa.

A entidade terá uma diretoria colegiada, com mandato até 2019 e rodízio anula de presidente. A estrutura é composta por:

Presidente: Vivien Suruagy – Feninfra
1º vice-presidente: Márcio Girão – Fenainfo
2º vice-presidente: Luiz Alexandre – Febratel
2º delegado titular – Febratel – Eduardo Levy
2º delegado titular – Fenainfo – Edgar Serrano
2º delegado titular – Feninfra – Gilnei Machado